PROJETO BIKE VIDA MELHORA O ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA NAS PRAIAS DE FORTALEZA

PROJETO BIKE VIDA MELHORA O ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA NAS PRAIAS DE FORTALEZA

 

Em pouco mais de dois meses de funcionamento, o Projeto Bike Vida de Fortaleza, comprovadamente garantiu maior agilidade nos atendimentos emergenciais na área litorânea da capital cearense. O número de remoções, utilizando as unidades móveis do Samu 192, foi reduzido em 50% na faixa de praia, o que possibilita uma ampliação da assistência com redução dos custos e economia aos cofres públicos.

O Projeto Bike Vida, iniciativa pioneira na América Latina na utilização de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência- Samu 192 em bicicletas, atingiu a marca de 130 atendimentos nos dois primeiros meses de serviço. Aproximadamente 60% desses atendimentos foram realizados em finais de semana, e as lesões traumáticas foram responsáveis por 56% das intercorrências.

Os profissionais, treinados em suporte básico de vida, utilizam bicicletas com equipamentos necessários para o primeiro atendimento, destacando apresença do desfibrilador elétrico automático (DEA), que pode ser utilizado de forma rápida nos casos de parada cardíaca súbita.

Cada socorrista pedala sua bicicleta equipado com os itens de segurança pessoal, como capacete, luvas, lanterna, sirene, apito, colete luminoso, uniforme, cotoveleira, joelheira — nos alforjes da bicicleta são transportados o kit de primeiros socorros com oxigênio portátil, kit de colar cervical em diversos tamanhos, desfibrilador externo automático, talas de imobilização, ressuscitador manual adulto/infantil com reservatório, estetoscópio, esfigmomanômetro, oxímetro portátil, máscaras de proteção respiratória, ataduras, compressas, gazes, álcool, esparadrapo, entre outros.

Para o secretário da Regional II da secretária da saúde, Ferruccio Feitosa, o número de casos atendidos diretamente na orla deve-se à agilidade com que os socorristas conseguem chegar até o paciente. “Ao receberem a solicitação, os socorristas levam, em média, três minutos para se deslocar. Isso é possível devido ao uso da bicicleta como meio de transporte e à ciclofaixa que facilita a mobilidade. Essa agilidade faz toda a diferença e pode até salvar vidas”, enfatiza o secretário.

“O objetivo principal do projeto é salvar vidas, oferecendo um atendimento rápido em situações de parada cardíaca súbita e para os demais casos agudos registrados. A região da Beira Mar, pelo grande aglomerado de pessoas, tem considerável risco de situações de emergência médica envolvendo seus frequentadores, principalmente relacionadas às quedas e atividades esportivas”, destacou o gerente do SAMU Fortaleza, Daniel Lima.

“O atendimento pelo Bike Vida foi rápido e com todo o conforto de estar bem próximo na hora que precisei. Eles me atenderam muito bem e já chamaram a ambulância para fazer a remoção. Essa agilidade pode salvar uma vida”, afirmou Francisco Diassis Silva, paciente atendido pelo Bike Vida. O Bike Vida é um projeto da Prefeitura de Fortaleza, desenvolvido pela Secretaria Regional II, em parceria com a Secretaria da Saúde (SMS) e apoiado pela Unimed Ceará e Barcellos Sports.

Fonte: Prefeitura de Fortaleza Fotos: divulgação

( Prefeitura de Fortaleza)

Admin

10 Novembro 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

No estado de Goiás foi apresentado projeto de lei que prevê a isenção de 50% do ICMS para que pessoas físicas possam adquirir uma bicicleta para ser utilizada como meio de transporte.