NO DF AUMENTA O NÚMERO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS QUE UTILIZAM A BICICLETA PARA FAZER ENTREGAS

NO DF AUMENTA O NÚMERO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS QUE UTILIZAM A BICICLETA PARA FAZER ENTREGAS

Uma tendência que já se viu em várias capitais do país também chegou ao Distrito Federal: a entrega em domicílio, feita tradicionalmente por motoboys, vem gradualmente cedendo espaço ao serviço de delivery feito em bicicletas ou como também é conhecido o profissional que faz entregas pedalando o bike courier.

O dono de uma empresa de entregas em Águas Claras tem cinco funcionários  que usam a bicicleta para a entras de documentos e mercadorias aponta que o foco é na sustentabilidade e com a proposta de um carro a menos na rua e na utilização de um transporte rápido e eficiente,  isso tem atraído até alguns novos parceiros e também investidores no projeto.

Nos pequenos mercados de Ceilândia a bicicleta cargueira, equipada com caixas para o transporte de mercadorias,  ganhou espaço para entregas de alimentos, e um trabalhador pode chegar a fazer até 30 viagens em um dia.

Porém os trabalhadores do pedal apontam que um dos maiores problemas encontrados é a falta de bicicletários apesar de no Distrito Federal existirem leis que obrigam ao comércio e prédios públicos a disponibilizarem o equipamento.

fotos: divulgação

 

(G1)

Admin

03 Novembro 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

Banco Itaú e Compartibike lançam a plataforma iBike - uma loja virtual que disponibiliza bicicletas para uso urbano