ENTREGUE SEGUNDA FASE DA ILUMINAÇÃO INTELIGENTE DA CICLOVIA NOVO RIO PINHEIROS

ENTREGUE SEGUNDA FASE DA ILUMINAÇÃO INTELIGENTE DA CICLOVIA NOVO RIO PINHEIROS

Projeto contempla a instalação de mais 260 pontos de iluminação LED inteligente em um trecho adicional de 6,5 quilômetros da ciclovia. Iniciativa prevê uma série de tecnologias de última geração, como wifi público, sensores e câmeras

 

A Enel Distribuição São Paulo, a Enel X e o Governo do Estado de São Paulo entregaram no último dia 31/07  a segunda fase do sistema de iluminação da Ciclovia Novo Rio Pinheiros. Foram adicionados 260 pontos de iluminação inteligente no trecho entre a ponte do Jaguaré e a Cidade Jardim, zona sul da capital paulista, totalizando 6,5 quilômetros de extensão nesta segunda etapa.

A iniciativa faz parte de um plano mais amplo da Enel Brasil e do Governo de São Paulo para transformar o local na primeira ciclovia inteligente do País por meio de tecnologias inovadoras. “Este tipo de parceria que estamos fazendo com a Enel, onde os setores público e privado trabalham em conjunto, é o que há de mais moderno em termos de gestão”, disse João Dória, governador de São Paulo, que também destacou o investimento  que vem sendo realizado pela ENEL.   

A nova entrega se junta aos 130 pontos de iluminação instalados em um trecho de cerca de 3,5 km na primeira etapa do projeto, concluída no início de maio deste ano. Ao todo, foram instalados cerca de 390 pontos de iluminação LED, ao longo de 10 km de extensão, sendo parte do projeto dotada com a tecnologia de Smart Lighting, que permite o gerenciamento do sistema de forma remota.

Além do sistema de iluminação, a Enel X estuda implantar ainda uma série de tecnologias de cidades inteligentes de última geração no local, como wifi público, sensores e câmeras. A implantação do sistema de iluminação pública, além de trazer mais segurança aos ciclistas que frequentam o local, irá possibilitar a ampliação do horário de funcionamento da ciclovia para o período noturno.

“Esse projeto da ciclovia é muito especial para a Enel X. Ele resume a nossa visão para as cidades inteligentes, circulares e sustentáveis do futuro. Queremos ser parceiros de prefeituras e governos para transformar os centros urbanos em espaços inteligentes, digitais, descarbonizados, circulares e sustentáveis, melhorando a qualidade de vida para todos os cidadãos”, afirma o responsável pela Enel X no Brasil, Francisco Scroffa.

A iniciativa da ciclovia inteligente integra o projeto Urban Futurability, ação da Enel que está transformando a Vila Olímpia, também na zona sul da capital, em um bairro digital e sustentável. Nesta região, a Enel Distribuição São Paulo está investindo R$ 127 milhões em mais de 40 projetos, financiados com recursos de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

“A iluminação da ciclovia reforça o compromisso do Grupo Enel em trazer para a cidade de São Paulo o que há de mais inovador no setor elétrico global, oferecendo novos produtos, inovação e um serviço de melhor qualidade para os seus clientes”, afirma o presidente da Enel Distribuição São Paulo, Max Xavier.

Para o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, a participação da iniciativa privada no eixo de revitalização do programa Novo Rio Pinheiros implica em diversos benefícios à população. “Sem onerar o Estado, nós estamos implementando novas áreas de lazer e esportes ao longo das margens do Pinheiros, que está sendo despoluído por meio de um grande projeto de saneamento básico, para que as pessoas ocupem estes espaços e tenham uma nova relação com este rio tão importante para a cidade de São Paulo. A nova iluminação aumentará a segurança dos frequentadores.”

A Ciclovia Novo Rio Pinheiros transformou a paisagem ao longo do rio e a rotina de milhares de ciclistas que pedalam atualmente em uma pista excelente, com infraestrutura de apoio, banheiros e agora com iluminação. Isso traz mais segurança para a população e mais tempo para usar a via ao longo da noite também”, disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

(Imprensa ENEL)

Admin

02 2021

Mobilidade

Comentários

Destaque

Texto do Programa Bicicleta Brasil já está no Senado para análise. O PBB será financiado por multas, e a execução ficará sob responsabilidade dos setores públicos e privados ligados ao trânsito e à mobilidade urbana