CICLISTAS SOLIDÁRIOS AJUDAM SEM TETO DE BERLIM

CICLISTAS SOLIDÁRIOS AJUDAM SEM TETO DE BERLIM

Até na mesmo na rica e desenvolvida Alemanha encontram-se pessoas em situação de risco social morando nas ruas. Atualmente há na cidade de Berlim, cerca de 10 mil pessoas sem abrigo e que tem de enfrentar o rigoroso inverno com neve e temperaturas negativas.
Para minimizar esse problema e ajudar essas pessoas, dois estudantes resolveram sair pelas ruas da capital alemã distribuindo roupas, sacos de dormir, comida e bebidas quentes. 
A ideia de Elias Dege e Frederyk Bieseke ganhou o nome de “Pedalar aquece” e para levar adiante o trabalho conseguiram o apoio de uma empresa que emprestou as bicicletas de carga 
Elias Dege, co-fundador da organização "Warmgefahren", destaca as vantagens da bicicleta: "conseguimos chegar a lugares onde os carros não vão e falamos diretamente com as pessoas. Não precisamos a sair do carro, dizer olá e a tirar as coisas dos porta-malas. Temos tudo de que precisamos na caixa que carregamos na bicicleta".
No rigoroso inverno alemão os albergues ou residências para pessoas sem-teto estão muitas vezes cheios, além disso a proibição de álcool e drogas afasta muitos moradores de rua. 
Os dois estudantes começaram a atividade em novembro, mesmo antes da chegada do inverno no hemisfério norte. A proposta é fazer três a quatro entregas semanais até o final de março, sempre pedalando. Para o próximo ano, a dupla acredita na expansão do projeto com a chegada de mais voluntários e com empréstimos ou doações de bicicletas, além disso já visualizam a possibilidade de que o conceito possa ser levado a outras cidades alemãs. 
A dupla torce pelo crescimento da organização e esperam conseguir mais bicicletas e mais voluntários no próximo ano. Também acreditam que o conceito por ser replicado noutras cidades.
"Smiley" (nome fictício) que vive nas ruas de Berlim há cinco anos sorri perante a iniciativa: "o café ajuda a aquecer um pouco o corpo e a mente. E faz-nos perceber que há pessoas que se preocupam conosco".

(Euronews)

Admin

29 Dezembro 2017

Mobilidade

Comentários

Destaque

Um novo relatório sobre bicicletas elétricas foi apresentado pela Navigant Research, nele há indicações de que até 2025, as vendas de e-bikes (bicicletas elétricas) poderão gerar uma receita anual de US $ 24,3 bilhões.