E AÍ, VAMOS DE BIKE - Seminário discutiu projetos de incentivo ao uso da bicicleta e a construção de ciclovias em Vitoria

E AÍ, VAMOS DE BIKE - Seminário discutiu projetos de incentivo ao uso da bicicleta e a construção de ciclovias em Vitoria

E AÍ, VAMOS DE BIKE - Seminário discutiu projetos de incentivo ao uso da bicicleta e a construção de ciclovias em Vitoria

Alunos dos cursos de arquitetura e urbanismo, engenharia civil e geografia da Universidade Federal do Espirito Santo – UFES - estudaram por mais de 4 meses as ciclovias de Vitoria com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana da capital capixaba. Esse trabalho resultou em quatro projetos que foram apresentados no seminário E aí, vamos de Bike? – organizado pela rede Gazeta. Durante o encontro foram lançadas duas cartilhas de orientação aos ciclistas e para empresas que queiram incentivar o uso da bicicleta.

A coordenadora do Laboratório de Planejamento e Projetos da Ufes e orientadora do projeto, Cristina Engel pontuou que objetivo é convidar a sociedade para participar e buscar propostas concretas que melhorem e incentivem o uso da bicicleta como meio sustentável na cidade: “Em nossas pesquisas percebemos que muitos anseios dos ciclistas dependem de ações relativamente simples que esbarram em problemas técnicos ou legais desconhecidos da população. Percebemos que através da troca de informações entre os setores é possível promover melhorias consideráveis, bastando para isso que um lado conheça e reconheça as necessidades e dificuldades do outro”.

Durante o desenvolvimento do projeto, doze empresas de Vitória tiveram suas estruturas analisadas pela equipe para ver se atendem aos requisitos de incentivo ao uso de bicicleta entre funcionários e clientes. Por estarem dentro dos padrões estabelecidos pela pesquisa, três delas atenderam aos requisitos e foram contempladas no evento com o selo de Empresa Amiga da Bike. No futuro instituições e outras empresas também poderão solicitar o selo . Cristina Engel. comentou também sobre as suas expectativas sobre o trabalho: “Mais do que um evento de conscientização, nós – usuários, autoridades, empresas e a universidade – esperamos estabelecer metas viáveis e, quem sabe, as diretrizes de um programa público ou privado voltado para a melhoria das condições de uso da bicicleta em Vitória”

Fotos: Rede Gazeta ES/Divulgação

(Gazeta do Espirito Santo)

Admin

11 Setembro 2017

Mercado

Comentários

Destaque

Segunda cidade mais populosa do Maranhão, com mais de 250 mil habitantes, Imperatriz faz estudos para a construção de ciclovias e com isso melhorar a circulação na cidade e dar uma alternativa à mobilidade dos seus cidadãos